segunda-feira, 21 de novembro de 2016

GOSTOS NÃO SE DISCUTEM


GOSTOS NÃO SE DISCUTEM

Adoro aforismos .
Aliás trata-se de uma  preferência transversal á minha família . Todos os usavam na sua linguagem corrente . Mais tarde valorizei-os pois são base de conhecimento mais evoluído
Vem isto a propósito de algo que hoje se passou .

Só tenho empregada á segunda -feira da parte da manhã .
Não necessito de mais tempo pois adoro ter tudo em ordem e as tarefas usuais faço-as eu com todo o prazer.
O almoço é  na Namur e jantar é super simples .
Pois bem .
Ontem recebi uma mensagem da empregada a pedir para vir na quarta-feira pois hoje tinha uma consulta .
 OK!.
Mas sabem ?
Senti-me lindamente sem ninguém em casa
Reguei as flores .
Passei o pano  de pó pelos móveis e às 10 estava na rua pronta a gozar a minha manhã da melhor maneira .
Não há dúvida :
- ADORO ESTAR SÓ 

Os filhos não acreditam.
 Os amigos espantam-se ...
Se toda a vida vivi rodeada de pessoas como explicar este gosto pela solidão ?

Li os jornais .
Descansei

Acabei de fazer um telefonema esclarecedor ..

GOSTOS NÃO SE DISCUTEM 

A pessoa a quem telefonei é  filho do irmão mais velho da minha mãe .Divorciado . Viveu a dor da morte de um filho ...o outro está na Alemanha
Tem mais 4 anos do que eu . Vive num monte no Algarve absolutamente só .Trata-se de um oficial da aviação reformado cuja única ocupação é viajar .
Haverá lugar que não conheça ?
É difícil saber ... pois foi reformado precocemente por alegada deficiência coronária que não o tem impedido de correr mundo .
A ternura que nos une é infinita .
- Como estás ?
   A disposição ....?
- Na melhor !
  Vou amanhã a Faro fazer um exame de rotina .
   Tudo bem !
- Diz-me por favor :
   Gostas realmente de viver só ?
   Sabes ?
   Ninguém compreende que eu me sinta feliz na solidão ....
- Solidão ?
  Qual solidão !
  Eu
  Vivo feliz comigo .
  s
Só comigo !
 Não quero mais ninguém !
Faço o que quero .
 Levanto-me e deito-me quando me apetece
  Como e bebo o que gosto ...
Ninguém me chateia e não chateio ninguém ...
 Criados ..
  Para quê ?
   Faço tudo e gosto !

  Não ligues , minha querida .
  Vive a tua vida e não oiças palpites ..
  Essa da solidão não pega ...
  Qual solidão ! 
  Nós é que fazemos a nossa vida .

E , aqui estou eu a conversar convosco .
Se me sinto bem ?
Maravilhosamente bem !
Se  sei explicar esta minha faceta de ser social que gosta de ser bicho do mato ...
OLHEM QUE TALVEZ SAIBA ...

1 comentário:

Maria Julia Godinho disse...


Como eu a compreendo! Faço totalmente e completamente minhas as suas palavras - é assim que me sinto. Só sozinha estou completa! Espero não ser castigada pelos deuses. Que Deus nos mantenha assim.

O que me limita são as dificuldades motoras - mas vou superando. BOM NATAL!